Intercâmbio na My Target Idiomas

Saiba como praticar o seu inglês cozinhando!

Saiba como praticar o seu inglês cozinhando!

Precisando tirar um tempinho para praticar inglês, mas a rotina corrida e o cansaço no fim do dia não te deixam se dedicar aos livros como você gostaria? Então que tal se esquecer deles e praticar inglês cozinhando? Para quem pilota o fogão diariamente ou só é chef de final de semana mesmo, separamos hoje 5 dicas para estudar inglês do jeito mais gostoso possível! Pegue seu avental e venha ver:

1. Se ligue nos verbos mais usados na cozinha

Antes de mergulhar nos blogs, vídeos e livros de receitas em inglês, vale a pena fazer uma revisão rápida dos verbos relacionados à culinária para não ficar perdido. Confira alguns dos principais:

  • Antes de ir ao fogão: lavar (to wash), descascar (to peel), escorrer (to drain), secar (to dry), picar (to chop), fatiar (to slice), temperar (to season), moer (to mince), picar em cubinhos (to dice), ralar (to grate).
  • Na hora do cozimento: assar no forno (to bake), fritar na frigideira (to fry ou stir fry), fritar no óleo (to deep fry), grelhar (to grill), derreter (to melt), ferver (to boil), cozinhar no vapor (to steam), reduzir (to reduce ou to simmer).
  • Para massas líquidas: bater (to beat ou whisk), despejar (to pour), incorporar (to fold in ou incorporate), peneirar (to sieve), misturar (to mix).

Na dúvida, dê um CTRL + F aqui no post na hora de fazer suas receitas ou confira um bom glossário culinário on-line!

2. Conheça as medidas usadas lá fora para praticar inglês cozinhando

Nem sempre as medidas que a gente usa aqui no Brasil correspondem exatamente àquelas usadas nas receitas em inglês, sabia? Veja só:

  • Cups, nas receitas, não são exatamente as nossas xícaras, ok? A medida equivale a um copo americano ou 250ml.
  • As colheres também têm um tamanho mais preciso: uma tablespoon (ou colher de sopa) tem 15ml, e a teaspoon (colher de chá) tem ⅓ disso, ou seja, exatamente 5ml.

Também são usadas medidas em gramas, onças e libras, para as quais pode ser legal ter uma balança, mas você sempre também pode consultar tabelas de conversão na internet!

3. Não tenha medo das substituições

Só falta dar mais um aviso antes de você começar a praticar inglês cozinhando: como os ingredientes disponíveis no Brasil e em outros países costumam variar um pouquinho, pode ser que você precise fazer algumas substituições para que a receita dê certo.

Geralmente, uma busca rápida pelo Google ajuda a encontrar diversos substitutos para aqueles itens difíceis de achar aqui. Neste site, por exemplo, você também encontra algumas dicas e informações bem completas, que vão te ajudar inclusive a aprender palavras novas!

4. Assista à vídeos para melhorar o vocabulário e a escuta

Olhar as palavras que você não conhece no dicionário em uma receita escrita é um ótimo jeito de estudar, mas e se no lugar disso você já pudesse aprender vendo? Pois com as receitas em vídeo, você pode!

Além de mostrarem o significado das palavras na prática, os vídeos também melhoram seu listening e são uma ótima fonte do inglês falado pelos nativos. O canal FoodTube, do Jamie Oliver, por exemplo, é cheio de receitas e até vídeos só com dicas!

5. Divirta-se e delicie-se!

É claro que a ideia de seguir receitas em inglês é praticar o idioma, mas isso não quer dizer que você não deva aproveitar o momento para chamar os amigos, preparar seu prato preferido e se divertir muito no processo! Aliás, é se divertindo que aprendemos mais, por isso não economize nas risadas, viu?

E aí, gostou das dicas? Então, para mais dicas como essas acompanhe a My Target Idiomas no Facebook.

Guia de tempos verbais em inglês

Sobre o Autor

Luiza Meneghim

Diretora da My Target Idiomas, professora de inglês há mais de 20 anos. Apaixonada por idiomas.

Target Idiomas

Escolas de inglês, espanhol, italiano, mandarim, alemão e francês, em Joinville. Cursos de idiomas empresas. Aulas de Inglês e intensivo. Certificação TOEIC e intercâmbio.