Intercâmbio na My Target Idiomas

Saiba como escolher um novo idioma para estudar

Saiba como escolher um novo idioma para estudar

Quando o assunto é aprender um novo idioma, há vários fatores que precisam ser considerados: as opções disponíveis, o nível de dificuldade de cada língua e as suas necessidades no âmbito pessoal e/ou profissional. E, é claro, é essencial ter em mente o objetivo de escolher um novo idioma.

Entendendo que esse processo de escolher uma nova língua para estudar não é uma tarefa fácil, nós preparamos um guia com algumas instruções para você não passar aperto na hora da decisão. Vamos conferir?

1. Identificar os objetivos de aprender um novo idioma

Antes de tomarmos qualquer decisão em nossas vidas, devemos levantar as metas que queremos alcançar com tal escolha. Quando decidimos escolher um novo idioma para estudar, é essencial que se pense quais são os seus objetivos e os seus efeitos práticos.

Estas metas podem estar ligadas tanto ao âmbito pessoal, quanto ao profissional. Portanto, vejamos alguns dos fatores que podem influenciar em sua decisão:

  • Fatores Pessoais: conhecer novas culturas, aumentar a gama de amigos, viajar e fazer intercâmbio;
  • Fatores Profissionais: procura por um bom emprego, ascensão na carreira e desejo em trabalhar no exterior.

2. Listar as línguas mais estudadas

Com suas metas definidas, o próximo passo é verificar quais são os idiomas mais estudados levando em consideração as vantagens de se aprender cada um deles. Inglês, espanhol, italiano, francês e mandarim são as línguas mais procuradas pelos brasileiros que pretendem viajar para o exterior ou trabalhar em grandes organizações.

O inglês, por exemplo, é uma língua com grande número de falantes nativos e em muitos lugares do mundo você consegue se comunicar facilmente com ele. Porém, quando você precisa trabalhar em um país em que esse idioma não é a língua principal, é importante considerar aprender a língua materna desse país.

3. Verificar as dificuldades de cada língua ao escolher um novo idioma

Para um falante do português, o espanhol, o italiano e o francês são línguas bem próximas por conta de terem a mesma origem, porém, o inglês faz parte da vida estudantil da maioria dos brasileiros e, assim, se torna uma língua mais fácil de aprender por conta disso.

Aprender alemão, mandarim ou holandês já poderá exigir um pouco mais do falante do português, mas nada impede que elas sejam estudadas. Além disso, depois de adquirir uma segunda língua, assimilar uma terceira ou quarta pode ser bem mais fácil. Tudo vai depender da dedicação, da disciplina e da prática.

4. Considerar as opções disponíveis

É sempre importante verificar o tipo de curso que você terá disponível. Depois de escolhido o idioma ideal para seus objetivos, é hora de considerar as formas de ensino ofertadas. Opte por cursos que realmente se preocupem com suas metas e que dê a você a oportunidade de aprender teoria e prática.

Caso você esteja aprendendo seu o primeiro idioma, ou seja, sua segunda língua; opte por aqueles mais próximos da sua língua materna ou por aqueles que fazem parte do seu dia a dia. Aprender uma língua envolve mais que períodos gramaticais, pois ela é parte da cultura de um povo.

São diversas as possibilidades de aprendizado de um novo idioma, por isso é preciso pesquisar muito sobre as formas de ensino, escolhendo sempre aquele que mais se adequar à sua realidade.

E aí, pronto para escolher um novo idioma estudar? Para acompanhar mais dicas como essa, não deixe de curtir a página da My Target Idiomas no Facebook.

manual do estudante de Inglês

Sobre o Autor

Luiza Meneghim

Diretora da My Target Idiomas, professora de inglês há mais de 20 anos. Apaixonada por idiomas.

Target Idiomas

Escolas de inglês, espanhol, italiano, mandarim, alemão e francês, em Joinville. Cursos de idiomas empresas. Aulas de Inglês e intensivo. Certificação TOEIC e intercâmbio.