Intercâmbio na My Target Idiomas

Aprenda de uma vez por todas o present perfect!

Aprenda de uma vez por todas o present perfect!

Ter o conhecimento da língua inglesa se tornou quase um pré-requisito para adentrar no mercado de trabalho. Muitos estágios universitários já solicitam conhecimentos em inglês para o caso de uma efetivação após a conquista do diploma. Apesar disso, as dificuldades no aprendizado podem desanimar quem está se engajando. É muito comum nos cursos de inglês, por exemplo, emperrar nos tempos verbais, como present perfect ou simple past.

Mas obstáculos como esses podem ser superados se você tiver algumas dicas em mente. Então, continue acompanhando esse post e descubra quais os usos principais desse tempo verbal, suas formas de conjugação e outras informações importantes para dominar o present perfect de uma vez por todas e se dar bem no mercado de trabalho.

Present perfect: que tempo verbal é esse?

Um pouco mais complicado do que outros tempos verbais, o present perfect costuma assustar alunos que estão buscando dominar a gramática da língua inglesa. Isso porque, apesar de bastante útil para o idioma, seu uso é bastante diferente dos tempos verbais da língua portuguesa.

Na tentativa de fazer uma simples associação com o português, o tempo verbal vai por água abaixo e tudo se torna mais difícil. Então, entendê-lo requer não se apegar a esse tipo de associação.

Por isso, para dominá-lo, o primeiro passo é conhecer o seu uso na língua inglesa. É importante ter em mente que o present perfect é utilizado para indicar:

  1. ações realizadas no passado, cujo tempo em que foram realizadas não é conhecido ou não é relevante para a ideia;
  2. ações que fazem uma conexão do passado com o presente, sendo uma atividade que ainda está influenciando o presente;
  3. ações que acabaram de acontecer, sem um tempo preciso.

É importante lembrar que no caso da situação “a”, esse uso de tempo verbal nunca virá acompanhado de expressões temporais referentes ao passado, como ontem, há um ano, semana passada, quando anoiteceu, naquele momento, naqueles dias. Para a situação “b”, alguns advérbios de tempo podem ser utilizados, como desde, há algum tempo, há muito tempo.

Sendo assim, vamos entender agora o segundo passo: a sua forma.

Qual sua estrutura?

A forma desse verbo não é complicada. Para ser formado, ele é composto de dois elementos: a forma adequada do verbo auxiliar to have junto ao o past participle (passado) do verbo principal, incluindo o “ed” ao final (ou, para verbos irregulares, conforme for o passado).

Sendo assim, veja alguns exemplos. Suponha que alguém te perguntou o que você fez no fim de semana passado, mas você não queria detalhar muito os momentos exatos das ações.

  • What did you do last weekend? (O que você fez no final de semana passado?).
  • I have seen a movie, made a cake and washed my car. (Eu vi um filme, fiz um bolo e lavei meu carro.).

Observe que as ações “vi um filme” “fiz um bolo” e “lavei meu carro” estão no passado, mas ela representa um momento incerto, pois você não sabe em qual período ou horário as ações foram realizadas. Agora suponha que você queira dizer que algo que você fez anteriormente ainda está influenciando uma atividade no presente.

  • How long have you been married? (Há quanto tempo vocês estão casados?).
  • We’ve been married since 1999. (Estamos casados desde 1999).

Note que a resposta está se referindo a uma situação no passado (quando eles se casaram), mas que ainda está impactando o presente (permanecem casados ainda hoje). Nesse exemplo, ainda é possível compreender o uso do ‘ve, que é a contração do verbo “have’” ao pronome “we”. Agora, observe um outro exemplo do uso desse tempo verbal:

  • Are you ready to go to the party? (Você está pronto(a) para ir para a festa?)
  • Yes! I’ve just finished my work, so I’m ready to go. (Sim! Eu acabei de terminar meu trabalho, então estou pronto(a) para ir.).

Nesse caso, o uso do termo ‘just’, indica uma ação que acabou de acontecer. Ou seja, se refere a um passado muito recente. Em todos os casos, para frases negativas, basta utilizar o ‘‘have/has not’, ou sua forma contraída “‘haven’t/hasn’t”, enquanto para frases interrogativas, o verbo have/has está posicionado anterior ao pronome. Por exemplo:

  • Has she called Martin? (Ela ligou para o Martin?).
  • She hasn’t called him, that I know of. (Ela não ligou para ele, que eu saiba.).

Nesses dois exemplos, observe o uso do present perfect em sua forma interrogativa e negativa, para situações que indicam tempos passados indeterminados, que ainda estão influenciando o tempo presente.

Qual a diferença para o simple past?

Uma das maiores dúvidas em relação a esse tempo verbal é que, muitas vezes, sua tradução é similar ao passado simples (simple past). Portanto, para que não reste dúvidas sobre esse tempo verbal, que faz uma referência ao passado, é importante recordar que o passado simples sempre se refere a uma tarefa já finalizada, em que o tempo em que foi realizada é conhecido ou está implícito no contexto.

  • I climbed a mountain last summer. (Eu escalei uma montanha no verão passado).
  • I’ve climbed a mountain once. (Uma vez eu escalei uma montanha).

No caso de utilizar algum advérbio temporal, o tempo verbal sempre será o simple past. Já o present perfect não deve ser utilizado também para ações definitivas ou pontuais, como o caso dos verbos “nascer” e “morrer”, mas sendo possível sua aplicação para o verbo ‘viver’, que descreve uma ação duradoura.

  • Her mother was born in 1935: Simple past (A mãe dela nasceu em 1935: passado simples).
  • His grandparents died two years ago: Simple past. (Os avós dele morreram dois anos atrás: passado simples)
  • She has lived a long and happy life: Present perfect (Ela viveu uma vida-longa e feliz: presente perfeito).

Como aprender na prática

Mas lembre-se, por não ser um tempo verbal utilizado na língua portuguesa, a principal forma de aprender o present perfect é, agora que você já sabe, observar seu uso no inglês. Portanto, ao assistir filmes, séries ou vídeos, procure notar quando foi escolhido utilizar o present perfect ou o simple past.

Além disso, não se prenda tanto aos porquês, e tente absorver seu uso da forma mais natural possível, abusando dos listenings e da conversação.

Com todas essas dicas, quando você notar, já estará utilizando o present perfect em suas frases. Aproveite para ficar por dentro das novidades do blog, assinando nossa newsletter. É fácil! Basta cadastrar seu nome e e-mail e pronto, dicas importantes como essas chegarão até você.

Target Idiomas

Escolas de inglês, espanhol, italiano, mandarim, alemão e francês, em Joinville. Cursos de idiomas empresas. Aulas de Inglês e intensivo. Certificação TOEIC e intercâmbio.