My Target Idiomas

5 dúvidas sobre morar no Canadá e suas respostas

5 dúvidas sobre morar no Canadá e suas respostas

Morar no Canadá: quem nunca pensou nisso ao menos uma vez? O país é um dos mais desenvolvidos do mundo, tem rara beleza natural e urbana e valoriza as artes, a educação e a cultura. Sem contar que remunera muito bem os profissionais que atuam por lá.

Porém, todo processo de imigração carrega consigo especificidades que dizem respeito às regras do país e à legislação vigente. Há, por exemplo, diferentes tipos de visto que se pode utilizar para morar no Canadá e, para cada um deles, é necessário obedecer às regras estabelecidas.

Além da parte burocrática, pode haver alguma insegurança em relação ao clima e à recepção do canadense nativo. Por se tratar de uma cultura tão diferente da brasileira, é normal ter dúvidas sobre o que esperar do novo país.

Neste post, vamos discutir algumas das dúvidas mais comuns sobre a imigração para o Canadá, dar dicas de como se aplicar para realizar seu sonho de imigrar e falar um pouco sobre os melhores destinos. Vamos lá?

1. Quais são os tipos de visto para morar no Canadá?

São basicamente três vistos que os estrangeiros podem utilizar para imigrar: o Visto para Turismo, o Visto para Estudo e o Visto para Trabalho.

Por isso, antes de começar a organizar a sua viagem, é importante fazer um planejamento e definir qual é o seu objetivo com a imigração, pois cada um desses vistos vai estabelecer algumas regras em relação à sua permanência no país.

O Visto para Turismo define que você pode permanecer seis meses no Canadá com entrada única ou até 3 anos com entradas múltiplas. Ele estabelece que você vai entrar no país a passeio, mas também para fazer cursos rápidos de inglês, por exemplo.

Já o Visto para Estudo deve ser utilizado por quem está buscando fazer algum curso de longa duração no Canadá, como uma pós-graduação. Esse visto indica que você vai passar mais do que seis meses no país.

O Visto para Trabalho, por fim, é para quem busca passar ainda mais tempo no Canadá e, talvez, até mesmo construir uma vida por lá. Em geral, os casos de visto para trabalho demandam uma avaliação mais rígida da imigração canadense e são concedidos nos casos em que a profissão do imigrante exige essa documentação.

2. Quais são as opções de estudo e trabalho no Canadá?

Existem diversas opções de estudo, pois o Canadá é um país que preza pela formação cultural de seus habitantes. Para se ter uma ideia, a taxa de analfabetismo é praticamente zero e o governo está sempre estimulando o acesso e a continuidade dos estudos.

É possível, portanto, fazer cursos de inglês e de francês, caso a sua intenção seja aprimorar o aprendizado desses dois idiomas. Também há a possibilidade de entrar como uma espécie de aluno especial nas universidade para cursar disciplinas ou até mesmo fazer uma pós-graduação. Nesses casos, é preciso ter excelente domínio do inglês.

3. Como é a população canadense?

Embora não pareça relevante saber disso, pois você está mais preocupado com a documentação e toda a parte burocrática do processo, entender o que vai encontrar quando chegar no país é algo a se considerar antes da imigração.

Lembre-se de que estamos falando de um país e de uma cultura muito diferentes da brasileira. Viver no Canadá, portanto, implica conviver 24 horas com pessoas que têm hábitos e modos de vida diferentes dos seus. Portanto, é sempre mais indicado estar preparado.

Por se tratar de um povo acostumado a diferentes culturas, eles não vão ser preconceituosos com o fato de você ser brasileiro ou de ser um imigrante. Porém, não estranhe se eles falarem pouco de suas vidas, amigos e famílias. O canadense é bem mais reservado do que o brasileiro e costuma ter muita discrição com a sua vida particular.

No entanto, as pessoas de lá são muito prestativas e atenciosas. Existem exceções, claro, mas no geral os canadenses são assim! Talvez você já tenha visto algum estadunidense fazendo piadas sobre como os canadenses são excessivamente educados — e isso é verdade! Há chances enormes de você esbarrar em um deles e receber um pedido de desculpas por isso.

4. Existem direitos exclusivos para imigrantes?

Isso pode variar de acordo com as leis da província para a qual você vai imigrar. Por isso, antes de se aplicar, é necessário se informar sobre a legislação da província.

Há, por exemplo, a possibilidade de matricular seu filho em instituições públicas enquanto você estiver morando no país. Verifique também como funciona a utilização do sistema de saúde pública, caso seja necessário.

5. Quais as melhores cidades para um brasileiro morar no Canadá?

Cá para nós, estamos falando de um país com neve o ano todo, com habitantes um pouco mais sérios e reservados do que estamos habituados e com uma cultura totalmente diferente da nossa. Mas a escolha pela melhor cidade vai depender do seu poder aquisitivo, seu estilo de vida e sua formação.

Dependendo do visto e das leis da província e da instituição de ensino, é possível trabalhar por 20 horas semanais, além dos estudos. Portanto, se você for realizar um curso e não puder trabalhar no período, procure calcular, a partir do custo de vida do lugar, de quanto vai precisar para não passar apertos ao longo do mês.

O sistema de cobranças de aluguel, por exemplo, é bem diferente do que estamos acostumados aqui no Brasil. Mantenha-se bem informado para não ser pego desprevenido.

Outro aspecto a se considerar é a língua. De modo geral, o país inteiro fala inglês e francês, embora em algumas cidades se fale mais uma das línguas. Montreal, principal cidade do Canadá, é bilíngue e, lá, você pode se comunicar perfeitamente se souber falar tanto inglês quanto francês.

Uma outra questão a se considerar é a sua formação. Há cidades, como Toronto, que recebem melhor profissionais de audiovisual do que outras, como Oakville, que tem uma abertura maior para escritores, atores e músicos. A cidade de Ottawa, finalmente, já foi considerada a melhor do país, devido ao seu incentivo à educação e à pesquisa.

E então, pronto para morar no Canadá de forma bem planejada e sem medos? Agora que tiramos todas as principais dúvidas sobre o assunto, é só procurar as informações que listamos e organizar tudo!

Antes de ir embora, conte para nós: tem mais alguma dúvida que gostaria de tirar sobre morar no Canadá? Ou informações e dicas relevantes sobre o assunto? Deixe seu comentário e entre para a conversa!

Sobre o Autor

Luiza Meneghim

Luiza Meneghim, diretora da My Target, apaixonada por tecnologia, educação, viagens, inovação, aprendizado, e por fazer a diferença na vida das pessoas!

Target Idiomas

Escolas de inglês, espanhol, italiano, mandarim, alemão e francês, em Joinville. Cursos de idiomas empresas. Aulas de Inglês e intensivo. Certificação TOEIC e intercâmbio.