Intercâmbio na My Target Idiomas

4 dicas infalíveis para você melhorar a pronúncia em francês

4 dicas infalíveis para você melhorar a pronúncia em francês

Embora o inglês e o espanhol sejam as línguas mais procuradas por quem quer aprimorar o currículo, melhorar a pronúncia em francês é uma excelente opção para diferenciar os seus conhecimentos dos demais, além de que há cerca de 290 milhões de pessoas falando esse idioma no mundo.

Para os brasileiros, a língua parece um desafio, já que a pronúncia em francês é bem diferente do que estamos acostumados. O francês é falado em vários países da Europa, como a Bélgica, a Suíça, Mônaco e Luxemburgo, assim como é falado no Canadá, França e em alguns países do continente africano.

É claro que o sotaque pode mudar nesses lugares, mas a pronúncia das palavras é bastante similar de modo geral. Acompanhe as nossas 4 dicas para que a sua pronúncia seja considerada très beau em qualquer lugar do mundo!

1. Identifique sua dificuldade para melhorar a pronúncia em francês

Em geral, os brasileiros têm dificuldades muito específicas quanto ao francês, pois alguns sons desse idioma são guturais e não utilizá-los comumente em português. É o caso do R da maneira como eles o pronunciam, do som do U (feito com aquele biquinho que faz o som se assemelhar ao nosso I) e o OU, que é igual ao nosso U.

O ideal, portanto, é reconhecer a sua dificuldade, se é com o som, a gramática ou em relação à compreensão auditiva, e trabalhar com empenho para saná-la. Se for o caso, recorra a um amigo que fala francês para que ele ajude você a identificar o que ainda não está legal na pronúncia de algumas palavras.

2. Treine a capacidade de ouvir e falar em francês

Aprender também requer treino constante. A competência de ouvir e falar podem ser aprendidas desse modo. Uma boa ideia é fazer leituras em voz alta para treinar a fala, já que você terá que ler os sons com os quais têm dificuldade, até que consiga pronunciar as palavras corretamente.

Ver filmes também ajuda bastante a compreensão auditiva. Experimente começar a vê-los com legenda e depois assista-os novamente sem as legendas para desenvolver a competência. Ouvir música também é ótimo, já que você treina a audição e depois a fala, quando for cantar junto com os artistas.

3. Associe a escrita com a fala

Quando você começa a aprender uma língua, é essencial escrever frases e textos curtos para que, aos poucos, vá incorporando a gramática e consiga adquirir vocabulário.

No caso do francês, também serve para que você consiga associar escrita e fala. Nesse idioma, isso é o que os brasileiros consideram mais difíceis de fazer. Então, já sabe: lápis e papel na mão e vá percebendo as diferenças e semelhanças entre a escrita e a pronúncia em francês.

 

4. Atenção para evitar os erros mais comuns na pronúncia do francês

Quanto mais você vai aprendendo, maiores as chances de cometer erros. Pesquise o assunto, busque dicas na internet, pergunte para quem sabe, busque dicionários com pronúncia na internet. Tudo isso vai te ajudar a dominar a pronúncia, evitando os erros mais comuns na pronúncia do francês.

 

5. Converse com pessoas que conheçam o idioma

Ter um amigo que conhece bem o idioma é bom demais! Você pode combinar com ele para conversar sobre temas que interessem aos dois, mas também pode propor outras atividades em parceria, no intuito de estudar ainda mais o idioma.

Ir ao cinema juntos para ver filmes em francês, dividir livros, conversar pelas redes sociais em francês… Tudo isso vai ajudar você a aprimorar o conhecimento no idioma e a melhorar a sua pronúncia.

Melhorar a pronúncia em francês só depende de você! Conheça outras dicas para aprimorar seus conhecimentos em um idioma acompanhando os posts da My Target Idiomas. Curta nossa página do Facebook!

Sobre o Autor

Luiza Meneghim

Diretora da My Target Idiomas, professora de inglês há mais de 20 anos. Apaixonada por idiomas.

Target Idiomas

Escolas de inglês, espanhol, italiano, mandarim, alemão e francês, em Joinville. Cursos de idiomas empresas. Aulas de Inglês e intensivo. Certificação TOEIC e intercâmbio.