Língua alemã: 4 mitos interessantes!

Língua alemã: 4 mitos interessantes!

Quando nós brasileiros pensamos na língua alemã sem conhecê-la muito bem, brincamos que não passa de um monte de consoantes juntas, sendo ditas sem nexo algum, produzindo sons estranhos e duros. A verdade é que, por apresentar uma configuração distinta da língua portuguesa, o idioma alemão pode assustar quem não conhece.

Mas a verdade é que a língua alemã está repleta de mitos e acredite se quiser, pode ser mais fácil de aprender que o próprio inglês em diversos aspectos. O problema é que esses mitos, ao serem difundidos, podem impedir as pessoas de querer aprendê-la.

Então, para romper com essa aura que paira sobre o idioma, separamos as 4 ideias mais comuns sobre o alemão que não passam de fábulas. Confira!

1. É impossível aprender a língua alemã

Quem pensa em aprender um idioma novo pode logo desistir de estudar o alemão por acreditar que é necessária uma vida inteira para dominá-lo. Mas a língua alemã não é a mais difícil para os brasileiros aprenderem.

Por ser um idioma indo-europeu, existem diversas semelhanças ao português, muito mais do que outras línguas possam ter, como coreano, finlandês ou japonês. Apesar de trazer uma organização fonética (sons das palavras) distinta da nossa língua, o sistema ortográfico do alemão se apresenta de uma forma regular. Por isso, sua pronúncia, muitas vezes, é mais fácil do que a do inglês.

É possível prever, em grande parte das situações, a pronúncia de determinada palavra. Por exemplo, em português, muitos têm dificuldade em escrever da maneira correta, a partir do fonema: “berinjela” ou “beringela”, ainda “cheio” ou “xeio”, etc.

2. Brasileiros não conseguem falar com os nativos

É por essa razão, também, que não é impossível para brasileiros comunicarem-se bem com alemães nativos. Apesar de alguns fonemas serem novidade, e existirem sons complexos para nativos da língua portuguesa, basta dedicação e treino para a pronúncia correta.

A dica para quem quer falar bem alemão é repetir diariamente os fonemas os quais enfrenta mais dificuldade, como uma ginástica mesmo, com cerca de 5 a 10 minutos de prática diária.

Vale a pena atentar-se para onde estão os acentos tônicos e também buscar vídeos que auxiliem na compreensão dos sons que não estão presentes no português.

3. O idioma alemão não tem utilidade

O alemão é a primeira ou segunda língua de cerca de 125 milhões de pessoas, sendo idioma oficial em sete países da União Europeia, entre eles Liechtenstein, Áustria e Suíça. Além disso, uma vasta quantidade de livros está disponível unicamente na língua alemã, representando 12% da totalidade de livros publicados no mundo.

O alemão é também um idioma muito relevante — e até crucial — em algumas profissões. Em Filosofia e Sociologia, é sugerido que grandes pensadores como Karl Marx, Hebert Marcuse e Theodore Adorno sejam lidos no idioma original. Em Direito, o alemão é bastante trabalhado devido a doutrina alemã. E nas Engenharias, muitas normas nem sempre são traduzidas para o português.

É importante lembrar que a Alemanha está localizada no meio do maior complexo de países desenvolvidos, sendo grande produtora de cultura, ciências e informações de ponta.

4. Alemão não é uma língua musical

Por ser considerada pelos brasileiros uma língua dura, aliada aos estereótipos sobre os alemães serem frios e objetivos, muitas vezes existe a interpretação — errônea — de que a língua alemã não é musical.

Ainda que os fonemas alemães não sejam ritmados como no caso das línguas românicas (português, espanhol, francês e italiano), a Alemanha é um país com uma vasta cultura musical.

No meio erudito, com as sinfonias e óperas clássicas, muitos compositores são mundialmente conhecidos como Johann Sebastian Bach e Beethoven, por exemplo. Austríacos que viveram o idioma, como Mozart, Haydn e Schubert, também se tornaram referências mundiais.

Na atualidade, o pop já está consolidado, assim como o hip-hop, com o rapper mundialmente conhecido, Fler.

Como você percebeu, a difusão de diversos mitos como esse, faz o alemão parecer muito mais difícil e rude do que realmente é, afastando quem tem vontade em aprendê-lo.

Agora que desmistificamos muita coisa sobre a língua alemã, deixe de lado o seu medo e entre em contato com a My Target Idiomas para aprender esse belo idioma!

Target Idiomas

Escolas de inglês, espanhol, italiano, mandarim, alemão e francês, em Joinville. Cursos de idiomas empresas. Aulas de Inglês e intensivo. Certificação TOEIC e intercâmbio.