Intercâmbio na My Target Idiomas

Inglês australiano e americano: entenda as maiores diferenças

Inglês australiano e americano: entenda as maiores diferenças

Motivos não faltam para aprender inglês — praticamente um idioma mundial. São mais de 50 nações que usam a língua como idioma oficial. Mas, dependendo do país, a língua apresenta algumas diferenças marcantes! O inglês americano e o inglês australiano são um bom exemplo disso.

Para quem está aprendendo a língua, é perceptível o fato das diferenças serem importantes para aumentar o conhecimento sobre o idioma e o nível de fluência. Entendê-las, principalmente entre o inglês americano e o inglês australiano, servirá, além de tudo, para te introduzir cada vez mais na cultura de países anglófonos.

Por isso, preparamos este post para você entender as principais diferenças do inglês falado nos Estados Unidos e na Austrália. Confira!

As gírias e expressões no inglês australiano e norte-americano

São muitas as expressões e gírias usadas no inglês australiano. Isso acontece tanto pela distância geográfica a outros países de língua inglesa, quanto pela forma como esse idioma se formou na ilha.

O território australiano foi colonizado pela Inglaterra em 1770, e o inglês foi se misturando, ao longo do tempo, com a fala dos povos locais e de diversos imigrantes. Isso atribuiu características únicas, a ponto de em 1820, o inglês dos Aussies, ter sido considerado diferente do britânico.

Uma lenda muito interessante, que envolve a questão da mistura das palavras em inglês com a língua aborígene, é a da origem da palavra kangaroo, inicialmente, uma expressão usada pelos nativos para dizer “eu não entendo” (gangurru), a história conta que quando o colonizador, John Cook, perguntou o nome do animal, foi a resposta que obteve, registrando o bicho com tal nome.

Diferenças de termos no inglês falado

Algumas das diferenças mais marcantes entre o inglês desses países estão em termos bem comuns, falados no dia a dia dos Aussies e dos americanos. Veja alguns exemplos desses termos:

  • ankle biter – child;
  • blokes boys;
  • sheilas – girls;
  • daks – pants;
  • brekkie – breakfast;
  • bikkies – biscuits;
  • barbie – barbecue;
  • roo – kangaroo;
  • servo – gas station;
  • hooroo – goodbye.

A maioria dessas gírias são muito específicas da Austrália e tentar usá-las sem um contexto em que serão bem-aceitas pode ser uma fria, ou seja, só use as gírias quando estiver entre pessoas que também as utilizam.

informações inglês

Diferenças na pronúncia do inglês australiano

Com um sotaque bem próprio, a forma de falar dos Aussies tem como principal característica a não pronúncia de todas as letras, assim como o mineiro, aqui no Brasil, que, na fala, acaba ocultando o som de algumas letras.

Além disso, é comum a troca do “r” por vogais, principalmente o “r” do final de algumas palavras que não são pronunciados. Também se percebe um som mais “anasalado” em algumas palavras.

Lembrando que essas diferenças são apenas na língua oral e, geralmente, só nativos e pessoas que falam fluentemente a língua inglesa as percebem bem.

Veja algumas distinções no som de palavras quando faladas pelos Aussies:

  • o som /ei/ passa a /ai/ – por exemplo: day se fala /dai/ e não /dei/; yesterday fica /iesterdai/;
  • mate (amigo, pessoa próxima) se pronuncia /mait/;
  • good day – fica parecido com good eye;
  • going – /goin/
  • what? – /wha/
  • car – /cah/

Algo muito comum entre os falantes e aprendizes do inglês é tentar imitar o sotaque australiano. Isso pode soar como um insulto, pois, para eles, as imitações parecem com o que eles chamam de bogari — uma pessoa bêbeda falando.

Diferenças importantes no vocabulário australiano

Não só as gírias são bem diferentes, como vimos, mas o vocabulário também é distante de outros falantes da língua inglesa, principalmente do que é falado nos Estados Unidos. Lembre-se: estamos em um outro continente e, para aumentar essa distância, trata-se de uma ilha!

É normal haver tantas diferenças, assim como temos entre o português brasileiro e o de Portugal. E, nesse ponto, os Aussies se aproximam mais do inglês britânico. Vejamos alguns exemplos de mudanças com relação à América:

  • supermarket (mercado), na Austrália, equivale a grocery store, nos EUA;
  • boot (porta malas) trunk;
  • foot path (calçada) – sidewalk;
  • car park (estacionamento) – parking lot;
  • trash can (lixeira) – garbage bin.

A escrita e a gramática do inglês australiano

Quando o assunto é ortografia e gramática, a Austrália também se assemelha mais ao Reino Unido. Ou seja, para conseguir ler e entender o inglês australiano, basta estar familiarizado com as diferenças entre o inglês britânico e o americano – no acréscimo de algumas letras, retiradas com o tempo pelos linguistas norte-americanos.

Vejamos algumas das marcas ortográficas e gramaticais do inglês australiano em relação ao norte-americano:

  • favourite e centre (Austrália) no lugar de favorite e center (EUA).
  • favour/ favor (o -or de favor nos EUA tem a escrita -our na Austrália)
  • theatre/ theater (-tre no inglês australiano seria o -ter no norte americano)

Essas diferenças são bem poucas, principalmente em relação ao inglês britânico, e com o tempo você vai se acostumando e elas acabam se tornando habituais.

É fato que o inglês está cada vez mais próximo ao dia a dia de todos, seja por meio de games, séries e filmes ou no mundo do trabalho. Portanto, essas diferenças estão cada vez mais fáceis de ser perceptíveis, devido à comunicação em todo o mundo via internet.

Ao visitar outro país, é importante conhecer algumas expressões nativas. Além disso, alguns cuidados são necessários, como não usar gírias em momentos que exigem uma linguagem mais formal. Alguns australianos podem se sentir ofendidos, principalmente se você não dominar bem essas expressões.

Sua meta, por exemplo, pode ser ler e escrever de forma básica na universidade, ter um inglês intermediário para fins profissionais ou de intercâmbio, conseguir falar fluentemente para se mudar do país ou fazer uma certificação como o TOEIC, entre outros objetivos.

Seja você um apaixonado pelo inglês americano ou pelo inglês australiano e suas curiosidades, sempre é importante aprender mais. E o essencial é entender que saber as diferenças do inglês australiano é mais um passo para que você chegue lá!

Compartilhe com seus amigos, em suas redes sociais, para eles também ficarem por dentro das maiores diferenças entre o inglês americano e o inglês australiano.

guia completo de intercâmbio

Sobre o Autor

Luiza Meneghim

Diretora da My Target Idiomas, professora de inglês há mais de 20 anos. Apaixonada por idiomas.

Target Idiomas

Escolas de inglês, espanhol, italiano, mandarim, alemão e francês, em Joinville. Cursos de idiomas empresas. Aulas de Inglês e intensivo. Certificação TOEIC e intercâmbio.