Hospedagem em casa de família no intercâmbio: saiba tudo sobre homestay!

Hospedagem em casa de família no intercâmbio: saiba tudo sobre homestay!

Fazer um intercâmbio para aprimorar o aprendizado de novos idiomas é, há tempos, uma das maneiras mais eficazes de ganhar a tão sonhada fluência. Seja para desvendar a elegância do francês, seja para se tornar um Jedi no inglês, a hospedagem em casa de família é uma das opções de acomodação mais procuradas pelos brasileiros (e por outros estrangeiros) que saem para essa jornada.

Durante o intercâmbio, não tem como deixar de pensar no custo/benefício proporcionado por algumas possibilidades de estadia. Alguns exemplos são: hospedagem em casa de família, residencial estudantil, aluguel de apartamento e hotel.

É possível encontrar locais que oferecem refeições e roupa lavada, enquanto outros não liberam nem mesmo a senha do Wi-Fi. Assim, não é sempre que algumas regalias estão disponíveis.

Para você se preparar e não cair em furadas, fizemos este miniguia. A seguir, você vai entender tudo sobre a homestay, que é o nome dado à “casa de família” em inglês. Continue a leitura e descubra o que é preciso considerar antes de escolher o lugar para ficar durante um intercâmbio!

O que esperar da hospedagem em casa de família?

Desde a busca por uma agência de intercâmbio até os primeiros dias na casa eleita por você (ou para você, pois raramente o intercambista faz a escolha), no intuito de evitar problemas simples, é importante saber o que o espera e as possibilidades dessa experiência.

A maioria das pessoas é muito bem-recebidas, enquanto algumas acabam idealizando demais e se decepcionam. Nessas horas, o mais importante é conversar com os moradores e donos da casa, para entender como funciona tudo por lá.

Mesmo com tudo sistematicamente organizado e planejado, nem sempre o que foi programado é concluído como esperado. Contudo, não se desespere: o diálogo é a melhor solução, e você ainda pode conversar com a agência — que, dentro de suas possibilidades, dará apoio ao intercambista para fazer uma melhor adaptação, quando isso for necessário.

Quais as vantagens e desvantagens da homestay?

Você deve ter constatado que existem muitas vantagens na escolha desse molde de acomodação. Entretanto, o que é bom para uma pessoa pode não ser tão vantajoso para outra.

Por isso, trouxemos um apanhado daqueles pontos que são mais levantados nos diários de bordo de quem já ficou em casa de família pelo mundo afora. Acompanhe:

Vantagens

  • maior aproximação com pessoas nativas;
  • mais contato com o idioma;
  • verdadeira imersão cultural;
  • vivências de rotina com a família;
  • facilidades diárias, como lavanderia, refeição etc.

Entre os benefícios, percebemos que um acaba levando a outro. Assim, quando você se aproxima das pessoas da casa (moradores e outros intercambistas), fica, consequentemente, em maior contato com o idioma do país.

Lembre-se também de que existem chances de você encontrar outros intercambistas brasileiros na casa. Por isso, combine, entre vocês, de evitarem ao máximo o uso do português.

A imersão cultural é resultado de todo esse contato direto e diário com pessoas nativas na hospedagem em casa de família. A pessoa aprende a conviver com hábitos distintos daqueles aos quais está acostumada. A alimentação, por exemplo, é muito diferente de um país para outro, assim como as formas de diversão também podem variar (e por aí vai).

Desvantagens

  • seguir regras da família;
  • menor liberdade com horários dependendo de sua idade;
  • tendência de ser um pouco mais longe das escolas.

Você pode não ter tanta liberdade como em outros tipos de acomodações. E isso inclui ter hora para fazer tudo (comer, voltar para casa ou tomar banho) e precisar avisar sempre que não for fazer uma refeição em casa, por exemplo.

Por isso, é importante considerar esses fatores antes de optar por uma homestay durante o intercâmbio. Até porque, geralmente, as casas de família ficam mais distantes da escola — e você precisará conhecer todos os meios de se locomover até lá.

Não se esqueça de que nem sempre tudo são flores. Você pode acabar caindo em uma casa cheia de regras que não são muito comuns aos seus costumes, mas tudo acaba virando aprendizado cultural.

Pode ser preciso tirar os sapatos todas as vezes que chegar da rua ou, então, só poder tomar um banho por dia. O mais importante é nunca deixar de seguir as regras, por mais que discorde delas — isso é essencial para garantir uma boa relação dentro da casa.

Como a família é selecionada para receber o intercambista?

As famílias precisam fazer um cadastro. Ou seja: elas são avaliadas quanto à possibilidade de receber um estudante e/ou outros visitantes. Também é realizada uma pesquisa de antecedentes e conduta de cada família.

Quando aptas para tal, essas pessoas recebem as informações dos candidatos à moradia, e, ao mesmo tempo, a agência — ou escola — avalia se as características do candidato se encaixam com as de seus possíveis anfitriões. E depois, cada intercambista que se hospeda, ao final, faz uma avaliação para a escola ou agência por onde contratou o intercâmbio.

Como se comportar em uma casa de família no intercâmbio?

Usualmente, as casas são bem grandes, com dois ou mais andares. Dessa maneira, pode ser que os moradores tenham um andar separado para eles. Contudo, esse fator não descarta os momentos de entretenimento.

Busque formas de ficar por perto sempre: vocês podem combinar de fazer passeios nos finais de semana ou de assistir a filmes e séries juntos, por exemplo. Algumas famílias fazem questão de envolver os intercambistas em suas atividades.  Assim, é possível aproveitar para dar uma turbinada no idioma e, consequentemente, conhecer mais da cultura do país.

O estilo de vida em uma hospedagem em casa de família não é muito diferente do que você vive em sua casa. Há residências com famílias grandes e outras com apenas duas pessoas. Nem sempre o intercambista vai gostar muito de quem mora com ele ou vai amar todo mundo e criar laços duradouros.

A experiência é única — e a acomodação mais adequada para você é aquela que segue seu estilo de vida. Além disso, considere opções que estejam de acordo com sua situação de intercâmbio e com o tempo que permanecerá fora do Brasil.

Para evitar uma estadia conturbada, busque conversar com a família e entender as regras e os costumes da casa. Além disso, esteja disposto a fazer o máximo para se adaptar à rotina dos moradores, pois, como vimos, isso faz parte da experiência de hospedagem em casa de família.

No vídeo abaixo, nossos intercambistas contam um pouco da experência e as vantagens da hospedagem em casa de família no intercâmbio. Tanto para adolescentes quanto para pessoas um pouco mais maduras, há muitas vantagens nesse tipo de hospedagem. Veja como participar de um intercâmbio MyT!

Target Idiomas

Escolas de inglês, espanhol, italiano, mandarim, alemão e francês, em Joinville. Cursos de idiomas empresas. Aulas de Inglês e intensivo. Certificação TOEIC e intercâmbio.