Qual a importância de aprender outro idioma desde cedo?

Qual a importância de aprender outro idioma desde cedo?

No mundo de hoje, ter o domínio de uma segunda língua é imprescindível para se obter sucesso pessoal e, sobretudo, profissional. Muitos dos adultos que não tiveram essa possibilidade durante a infância e a juventude precisaram atualizar-se para conquistar melhores cargos e salários.

Entretanto, devido a certas dificuldades que eles enfrentaram, como vícios de linguagem, pode ter sido um processo mais difícil aprender outro idioma nessa fase da vida.

Graças à facilidade com que as crianças absorvem conhecimento, recomenda-se que esse aprendizado seja introduzido desde cedo para que a construção da fala ocorra com fluidez.

Se você tem dúvidas sobre a iniciação de seus filhos em uma língua estrangeira, confira algumas das vantagens em aprender um novo idioma ainda na infância e esclareça as suas dúvidas sobre esse tema.

Desenvolver a inteligência cognitiva

Aprender uma segunda língua torna-se um desafio, pois retira a criança de sua zona de conforto. Quando uma criança se envolve com outro idioma, está estimulando as funções cognitivas, ligadas ou não à linguagem, como a fala, a memória, a criatividade e o raciocínio.

Isso permite o exercício da inteligência e o desenvolvimento do aprendizado de uma forma geral, facilitando a retenção de novos conhecimentos.

Essa prática também possibilita que futuramente a criança aprenda novos idiomas, pois a atitude provoca padrões cerebrais de aprendizado que tornam a absorção de uma terceira língua uma tarefa fácil.

Aprender outro idioma sem vícios de linguagem

Quando adultos passam a estudar um novo idioma, já possuem o português concretizado em seus processos cognitivos. Dessa forma, torna-se difícil abandonar alguns vícios da língua portuguesa, o que os leva a falar o segundo idioma com sotaques nem sempre favoráveis à nova língua.

Já uma criança, por estar iniciando a aprendizagem, absorve as palavras e os sons de forma natural, da mesma forma que a língua materna.

Além disso, crianças com idade entre 3 e 5 anos estão desenvolvendo a oralidade e a fonética das palavras. Por essa razão, elas têm mais chances de expressar o novo idioma de forma mais similar à nativa.

Nessa idade, o foco de ensino deve ser a conversação e para isso devem ser buscados cursos específicos para a faixa etária.

Ampliar conhecimentos socioculturais

Estimular o aprendizado de línguas estrangeiras também contribui com a educação sociocultural da criança, o que expande sua visão de mundo.

Além da capacidade de resolução de problemas com facilidade e criatividade, esse conhecimento proporciona o contato com culturas e costumes distintos dos apreendidos em casa.

Durante as aulas, o ideal é possibilitar o acesso à literatura, a comportamentos e a tradições dessa outra cultura.

Socialmente, o novo idioma contribui para o desenvolvimento de uma criança com boa capacidade de comunicação tanto no âmbito familiar quanto no público.

Obter um futuro profissional de sucesso

Mães e pais estão constantemente preocupados com o futuro dos filhos e anseiam que, ao crescerem, eles atinjam o sucesso e a realização profissional.

Ainda que a criança esteja na primeira infância, o contato com outra língua traz vantagens desde cedo, o que o tornará um profissional capacitado e fluente na língua estrangeira.

Além disso, inserir a criança em novos círculos de amizade, como em uma escola de inglês, contribui para o desenvolvimento de valores como a empatia, a sociabilidade e outras habilidades nas relações humanas.

Se encaixar em um mundo globalizado

Aprender outra língua trará um diferencial e tanto para a futura vida profissional do seu filho e será uma excelente oportunidade de ampliar os conhecimentos culturais, linguísticos e cognitivos da criança. Mas as vantagens de aprender inglês ainda criança não param por aí.

Independentemente de tudo isso, o pequeno em desenvolvimento inevitavelmente irá esbarrar em outro idioma durante o seu aprendizado. Isso porque ele crescerá em um mundo globalizado, em que algo que acontece no Japão é noticiado minutos depois do outro lado do mundo. É muita conexão!

Por isso mesmo, estudar outro idioma desde cedo é tão importante. Boa parte do mundo se comunica e se conecta pela língua inglesa. E a criança só poderá fazer parte dessa conexão se tiver o domínio do inglês. Isso é fato! Ou seja: mais um motivo para investir nesse aprendizado ainda nos primeiros anos de vida.

Agora que você já conhece alguns bons motivos para fomentar o estudo de inglês desde cedo, vamos esclarecer algumas das dúvidas mais recorrentes sobre esse tema. Tome nota!

Qual a idade ideal para começar a estudar inglês?

As crianças tem um grande potencial para aprender e assimilar novos conteúdos. Justamente por isso, as ofertas de cursos de inglês vêm se ampliando até os primeiros anos da infância.

Especialistas afirmam que até os 4 anos as crianças ainda não tem o hipocampo totalmente desenvolvido (estrutura esta responsável pela formação da memória de longa duração). Isso significa dizer que nessa idade a criança pode até aprender algumas palavrinhas em inglês, mas a tendência é que esse conteúdo se perca.

Outros, como já falamos anteriormente, apontam que entre 3 e 5 anos o aprendizado já pode ser iniciado, uma vez que a criança já está desenvolvendo suas habilidades de oralidade.

O importante é observar o interesse e o desenvolvimento da sua criança. Estimule-o, mas sem pressão. Se ele curtir o contato com uma nova língua, reforce esse aprendizado.

E quais as melhores formas de ensino para crianças?

Por se tratar de uma fase em que a criatividade e a imaginação estão em alta, a melhor forma de ensinar é fazendo uso de metodologias que agucem a curiosidade e o interesse das crianças para o idioma através de atividades lúdicas e interativas.

Uma das possibilidades é utilizar jogos interativos como ferramentas para o aprendizado do novo idioma.

Outra metodologia muito aplicável com crianças é trazer o idioma para dentro da rotina delas. Para isso é preciso inserir na rotina da criança palavras-chave em inglês em situações que ela já está acostumada a responder.

Por exemplo, ensine o “Please!” depois que ele já souber o sentido de “Por favor!”; ensine o “Thank you” junto com o “Obrigado” e assim por diante.

Estudar inglês junto com o desenvolvimento da língua materna pode atrapalhar a alfabetização?

Esse é um mito que assusta muitos pais. Às vezes, as crianças expostas a um aprendizado bilíngue podem sim misturar os idiomas durante as formações das frases.

Mas isso faz parte do processo de aprendizagem. Com o tempo, a criança vai entendendo melhor o contexto das frases e da conversação e saberá direitinho usar cada língua separadamente.

Como você pode perceber, aprender outro idioma é uma oportunidade cheia de vantagens para as crianças. Faz parte da tarefa dos pais incentivar o desenvolvimento dessa habilidade.

Para receber conteúdos como esse, assine nossa newsletter e fique por dentro de soluções educativas que trarão benefícios para você e sua família! Até a próxima!

Target Idiomas

Escolas de inglês, espanhol, italiano, mandarim, alemão e francês, em Joinville. Cursos de idiomas empresas. Aulas de Inglês e intensivo. Certificação TOEIC e intercâmbio.