Metodologia ideal no ensino de idiomas para crianças

Metodologia ideal no ensino de idiomas para crianças

Muitos pais buscam maneiras para que seu filho, desde cedo, aprenda um novo idioma. Mas existem muitas dúvidas e questionamentos sobre a metodologia de ensino de uma nova língua para a criança.

Por esse motivo, separamos algumas dicas e conselhos sobre o que é fundamental no ensino de inglês ou outros idiomas para crianças. Continue a leitura e confira!

Qual é a idade ideal para a criança aprender um novo idioma?

Não existe uma idade certa para aprender um novo idioma. O que existe são fases da vida em que uma pessoa tem mais facilidade para aprender uma língua estrangeira.

O período da infância é a melhor época da vida para estudar um idioma estrangeiro, pois é o período em que a criança está desenvolvendo sua fala, conseguindo aprender pronúncias muito mais rápido do que um adulto.

A partir dos quatro anos de idade, uma criança já é capaz de assimilar e reproduzir dois ou mais idiomas. Mas atente para o fato de que cada criança tem seu ritmo de aprendizado, que deve ser respeitado.

Na barriga da mamãe

Muitos estudiosos e cientistas afirmam que, para quem deseja ter filhos bilíngues ou que tenham contato com um segundo idioma desde cedo, é importante estimular o bebê ao som do idioma escolhido já dentro do útero.

Ou seja, as famosas conversas com o bebê ainda na barriga da mãe podem ser feitas em outro idioma para que o bebê se acostume com o som das palavras na língua desejada. E essa “conversa” deve continuar mesmo após o nascimento.

Isso é o que acontece com crianças que nascem em família cujos pais têm diferentes nacionalidades. Para que o pequeno compreenda e se familiarize no idioma e na cultura de ambos, geralmente, as famílias conversam desde os primeiros dias de vida do bebê em dois idiomas.

A gramática, escrita e leitura deverão ser lapidadas após alguns anos, quando a criança tiver idade para iniciar um curso em uma escola de idiomas tradicional.

Quais técnicas podem ser usadas para ensinar um novo idioma?

A metodologia de ensino de idiomas para crianças envolve algumas técnicas para que o aprendizado seja eficaz.

Repetição

Para que uma criança fixe novas informações, ela precisa que o conteúdo seja constantemente repetido. Conforme forem sendo gravadas as novas palavras, as crianças passarão, com confiança, a reproduzi-las no dia a dia.

Nessa etapa do processo é essencial que se use de muita criatividade. Dessa maneira, o ensino de um novo idioma não se tornará monótono para a criança.

Profissionais capacitados estão aptos para esse processo, pois, com a experiência de atividades anteriores, eles já sabem quais atividades aplicar para despertar a curiosidade dos pequenos.

Interatividade

As aulas para as crianças devem ser comunicativas e lúdicas, para que a criança se envolva.

Algumas ideias interessantes e diferentes, para interagir com as crianças de forma divertida, é o “Cooking Classes” (aulas de culinária) e festas culturais. Dessa maneira, o aluno vivencia a cultura e quer, cada vez mais, experimentar o idioma aprendido.

Em escolas de idiomas, profissionais especializados estão preparados para o ensino com aulas interativas.

Por meio de jogos, apelos visuais, materiais atualizados, aulas práticas, multidisciplinaridade e dinâmicas em grupo, os pequenos aprendem na prática e têm a oportunidade de aplicar o idioma aprendido.

Além disso, os materiais que serão usados são criados especialmente para cada idade, organizados de maneira em que o aluno sempre aprenda algo novo e aplique o que já conhece.

Naturalidade

É importante que tanto dentro de uma sala de aula como em casa a criança seja ensinada e incentivada a falar em outro idioma de maneira natural e dentro do seu ritmo.

Os profissionais que atuam ensinando idiomas para crianças muito pequeninas precisam ser bem treinados e capacitados para compreender e ter a sensibilidade em observar como cada criança responde a diferentes metodologias e estímulos de ensino.

Cada criança tem seu tempo e absorve um mesmo conteúdo de forma particular e diferente da outra. Por mais que uma grade curricular comum seja imposta a todos, a maneira de chamar atenção e de conseguir bons resultados com cada criança deve ser adaptada.

A criança não pode se sentir pressionada, cobrada e, muito menos, pode se sentir excluída ou atrasada dentro de um grupo. Caso isso ocorra ela perderá o interesse ou mesmo, iniciará um bloqueio involuntário com o idioma, o que dificultará o processo de aprendizado.

Como estimular o aprendizado de um novo idioma além da sala de aula?

Para quem deseja potencializar o aprendizado tornando-o algo orgânico e prazeroso para o jovem aluno, uma dica é adaptar o ambiente em que essa criança vive com o idioma estudado.

Uma dica é deixar à disposição dessa criança: livros, filmes, desenhos animados, jogos e brinquedos educativos para que a nova língua se torne algo natural e comum em seu dia a dia.

Os pais devem estimular a criança a falar e repetir nomes de cores, animais e objetos no idioma que a criança está aprendendo, mas de forma leve e descontraída, sem que ela perceba que está sendo testada ou ensinada.

Quanto mais contato com a nova língua a criança tiver, mais facilmente ela fixará o aprendizado e terá mais facilidade em se comunicar fluentemente e sem medo em um segundo idioma.

É importante compreender que crianças conseguem assimilar melhor aquilo que é natural e corriqueiro para elas, sem pressão ou obrigação em conseguir êxito a qualquer custo.

Como acompanhar o aprendizado de novos idiomas para criança?

É muito importante que a criança seja constantemente avaliada, para entender como está sendo sua relação com o novo idioma, mas também como é a sua percepção diante de um novo mundo. Avalia-se o nível de idioma, mas também sua maturidade.

Além disso, os profissionais envolvidos com o aprendizado devem estar preparados para trabalhar com a educação e as necessidades emocionais de cada faixa etária. Dessa maneira, o aprendizado de um idioma estrangeiro se torna mais eficaz.

Por meio de uma nova língua são também ensinados conceitos que cooperam com o processo cognitivo, emocional, psicológico e social da criança. É por isso que se faz tão importante sempre renovar os processos, para que o aprendizado seja inovador, atraente, divertido e, principalmente, efetivo.

Crianças quando bem estimuladas e orientadas durante o aprendizado de um novo idioma sentem prazer em demonstrar aos familiares e coleguinhas seus conhecimentos, e essa segurança melhora sua autoestima. Falam e, até mesmo, “ensinam” para aqueles ao seu redor palavras, expressões e frases no idioma aprendido sem medo ou pudores.

Conseguem assimilar melhor o que ouvem na TV ou em uma música e, naturalmente, se autocorrigem quando notam que podem melhorar sua pronuncia, sem quaisquer constrangimentos.

Se você gostou das dicas sobre como estimular o aprendizado de idiomas para crianças desde bem pequeninos, siga nossas páginas nas redes sociais — LinkedInFacebook e Twitter — e não perca nossas atualizações!

Target Idiomas

Escolas de inglês, espanhol, italiano, mandarim, alemão e francês, em Joinville. Cursos de idiomas empresas. Aulas de Inglês e intensivo. Certificação TOEIC e intercâmbio.